Por que pastores devem se dedicar ao estudo das Institutas da Religião Cristã de João Calvino?

 

por Dr Peter Lillback

 

As Institutas da Religião Cristã de João Calvino é o manual clássico da Reforma para entender a teologia e os principais ensinos das Escrituras. Depois de quase cinco séculos desde sua primeira aparição, em 1536, resistiu ao teste do tempo e continua a ser um recurso indispensável para o ensino pastoral e a liderança nas tradições protestantes e reformadas.

Existem várias razões para isso: 1) os talentos de Calvino; 2) o treinamento de Calvino; 3) o momento histórico de Calvino; 4) o objetivo das Institutas; 5) a estrutura das Institutas; 6) as fontes que Calvino usou para as Institutas; 7) o impacto e a influência permanente das Institutas e dos escritos e o ministério de Calvino; 8) as excelentes traduções das Institutas; 9) os esboços, índices e comentários disponíveis para apoiar o estudo da magnum opus de Calvino; 10) o impacto que a teologia de Calvino, como articulada nas Institutas, teve na redação e interpretação das confissões reformadas. Mas acima de tudo, é a fidelidade bíblica da teologia de Calvino.

Vamos abordar cada um desses pontos brevemente e explicar por que eles levam à conclusão de que pastores sérios, bem como teólogos acadêmicos, deveriam se dedicar no estudo das Institutas de Calvino.

  1. Os talentos de Calvino. Por qualquer referência, João Calvino foi um pensador e autor extraordinariamente talentoso. O seu domínio da língua latina, da lógica, da retórica e de seu ambiente cultural não apenas criou um vocabulário teológico e uma estrutura teológica para a tradição reformada, mas ajudou a criar a moderna língua francesa. Junto com isso estava a sua disciplina pessoal e acadêmica que lhe permitia trabalhar longas horas e escrever, pregar e ensinar com consistência acadêmica várias vezes a cada semana. As Institutas são os frutos dessa disciplina e talento. A penetrante exposição, exegese, análise e apresentação de Calvino esclarecem os ensinos da Bíblia, instruindo e encorajando a pregação baseada na Bíblia pelos pastores até hoje.
  2. O treinamento de Calvino. Calvino é capaz de nos ensinar bem até hoje através de sua magnum opus devido à sua excelente educação. A sua formação incluiu a prática religiosa católica, a jurisprudência e as línguas bíblicas originais do grego e até certo ponto do hebraico. Mergulhou no estilo literário e na análise da literatura clássica, resultando em um domínio do latim que refletia o melhor da nascente tradição humanista de sua época. O conhecimento de Calvino moldado por esse treinamento tem durado, fornecendo um padrão de excelência teológica para pastores e pregadores que desejam proclamar a Palavra de Deus em sua geração.
  3. O momento histórico de Calvino. Juntamente com os notáveis talentos de Calvino e sua educação completa, a providência Divina permitiu que a maturidade de Calvino, como um erudito pastoral, se desenvolvesse no início da segunda geração da liderança da Reforma. Isso significa que ele se beneficiou dos escritos de Erasmo, Lutero, Melanchton, Zwingli, Bucer e Bullinger, bem como de outros reformadores da primeira geração que estabeleceram os padrões básicos do pensamento da Reforma. Calvino não apenas construiu suas contribuições substanciais, mas também as testou e aperfeiçoou, tornando as Institutas um trabalho muito mais forte. Além disso, como o ministério de Calvino se desenrolou, ele continuou a melhorar e expandir o seu trabalho até que finalmente em 1559, mais de duas décadas após a sua primeira edição em 1536, ele produziu uma edição final com a qual ele estava satisfeito. O vigor da reforma de Calvino foi acompanhado de aprofundamentos teológicos. Ele teve o privilégio de ficar de pé sobre os ombros de luminares teológicos, avançando assim suas contribuições teológicas. Assim, as Institutas oferecem grandes perspectivas do pensamento bíblico, das quais podemos aprender e nos beneficiar, à medida que, por sua vez, nos apoiamos em seus resistentes ombros teológicos.
  4. O objetivo das Institutas. A razão pela qual Calvino escreveu as Institutas está presente na própria palavra “institutas”, ou seja, instrução. Ele pretendia que as Institutas fossem o livro para responder às inevitáveis perguntas espinhosas que surgem quando se estuda a Bíblia. Ele pretendia que ela proveria uma correção para muitos erros teológicos propagados pelo catolicismo medieval histórico, movimentos heréticos, tais como os anti-trinitarianos, assim como outros movimentos teológicos protestantes e reformadores concorrentes, presentes nas doutrinas anabatistas e luteranas. A intenção original de Calvino por seu trabalho ainda é relevante para os estudantes da Bíblia hoje. Pastores pregando textos e doutrinas difíceis encontrarão uma orientação útil das reflexões teológicas de Calvino nas Institutas.
  5. A estrutura das Institutas. Calvino modelou as suas Institutas pela Trindade e a graça que o Deus Triúno traz à Sua Igreja. Assim, em quatro livros distintos, Calvino trata o conhecimento de Deus Pai, o conhecimento de Deus, o Filho, e o conhecimento de Deus, o Espírito Santo, a Igreja e os Sacramentos que o Deus Triúno estabeleceu e redimiu. A sua teologia trinitária, juntamente com seu reconhecimento do significado da Igreja para o Deus Triúno, cria o coração do sistema reformado e presbiteriano de teologia e eclesiologia, fornecendo orientação para qualquer comunidade da Igreja que celebra a graça salvadora de Deus e a centralidade da Igreja cristã. A teologia de Calvino e a liderança eclesiástica teológica guiam os pastores motivados pela Bíblia em sua busca para edificar congregações que amam a Deus e desejam ter uma adoração centrada em Deus.
  6. As fontes que Calvino usou para as Institutas. A excelente obra de Calvino é útil para os pastores, porque é, antes de tudo, uma tentativa intensa de explicar as verdades principais e fundamentais da Bíblia. Ler as Institutas conduzirá consistentemente os pastores de volta às Escrituras. Calvino prepara os pastores para serem expositores das Escrituras, em vez de meros analistas da cultura, artistas ou psicólogos pop. Os esforços de Calvino para entender a Palavra de Deus induzirão os leitores cuidadosos a desejarem pregar as Escrituras de maneira mais fiel, profunda e cuidadosa.
  7. O impacto e a influência permanente das Institutas e dos escritos e ministério de Calvino. Não é notável que, após todo esse tempo e apesar das mudanças no mundo teológico e da inconstante cultura contemporânea global, que os ensinamentos de Calvino sejam relevantes, permanecendo impressos e traduzidos em diferentes idiomas por todo o mundo? Isso significa que um pastor que assimila a teologia das Institutas entra numa comunidade global de erudição teológica e pastoreio bíblico que tem resistido às areias movediças da ideologia humana e da opinião teológica. Isso, por si só, persuadiria ao pastor de que é benéfico se dedicar ao estudo desta obra de Calvino, por possuir tal poder de permanência e tal valor universalmente reconhecido para a Igreja.
  8. As excelentes traduções das Institutas. Na língua inglesa, assim como em outros principais idiomas, há excelentes versões acadêmicas das Institutas que fornecem versões legíveis de seu trabalho. Isso significa que, embora a sua escrita foi realizada há séculos atrás num contexto histórico e cultural bastante diferente do que pastor que lê Calvino hoje, a linguagem e os argumentos de reformador são geralmente acessíveis a um leitor crítico de sua obra hoje. Um pastor que lê Calvino encontrará o seu vocabulário e precisão teológica substancialmente aprimorados pelo esforço de ler regularmente Calvino como parte de sua preparação para sermões ou como um aspecto de seu ensino dentro de suas comunidades eclesiais.
  9. Os contornos facilitados, índices e comentários disponíveis para apoiar o estudo do magnum opus de Calvino. Em vários idiomas importantes, muitas ferramentas de apoio úteis estão disponíveis para ajudar um pastor que escolhe ler e estudar a teologia de Calvino. Na língua inglesa, a tradução de Ford Lewis Battles é uma ferramenta magistral para dominar o pensamento de Calvino. Nisso, as Institutas são delineadas em todos os quatro livros. Os índices incluem um aparato bíblico completo, bem como um excelente índice dos autores teológicos a que Calvino se referiu e, em muitos casos, dependeu e utilizou para expor as suas ideias. O principal uso das Escrituras por Calvino é manifestamente evidente, bem como seu profundo respeito pela teologia de Santo Agostinho. Um pastor faria bem em consultar o índice bíblico nas Institutas sobre uma passagem que ele está preparando para pregar ou ensinar para obter uma visão adicional do texto. É também um exercício útil ver como Calvino interpreta um texto em seus comentários e depois considera as ênfases adicionais que ele oferece sobre a passagem nas Institutas. A disciplina de consultar os escritos de Calvino a respeito de um texto específico oferecerá satisfatoriamente as aplicações do texto e possibilitará maior domínio de sua maior importância teológica, tornando, assim, o pastor um pregador e expositor mais eficaz das Escrituras.
  10. O impacto que a teologia de Calvino nas Institutas teve na redação e interpretação das confissões reformadas. A tradição reformada procurou organizar e codificar a sua fé resumindo a sua teologia em confissões e catecismos. As Institutas de Calvino eram uma fonte rica de insights teológicos para os autores dessas grandes ferramentas teológicas que permanecem em uso nas igrejas reformadas de tradição reformada. A leitura das Institutas pelos pastores, muitas vezes, esclarecerá e corroborará com as ênfases encontradas nesses documentos confessionais. Os pastores que amam as confissões de sua igreja, encontrarão ajuda para ensinar esses documentos de maneira mais eficaz pelo domínio da teologia de Calvino.

Mas, finalmente, e acima de tudo, devemos reconhecer a fidelidade bíblica da teologia de Calvino. Calvino estava comprometido com uma reforma de acordo com a Palavra de Deus. Assim, as Institutas conduz seu leitor a um amor pelas Escrituras e um desejo de obedecer às Escrituras “pronta e sinceramente”, como diz o lema pessoal de Calvino. Um pastor que deseja ser um homem fiel à Deus, pregando fielmente as Escrituras à sua congregação, será grandemente auxiliado nesse objetivo, mantendo as Institutas de Calvino uma parte regular de suas disciplinas espirituais e teológicas.

 

Peter Lillback (PhD, Westminster Theological Seminary) é presidente e professor de teologia histórica e história da igreja no Westminster Theological Seminary. Dr. Lillback é o co-editor de Thy Word is Still Truth: Essential Writings on the Doctrine of Scripture from the Reformation to Today.

Extraído de https://credomag.com/2018/08/why-pastors-should-engage-calvins-institutes-of-the-christian-religion/  – acessado em 6 de Agosto de 2018.

Traduzido por Ewerton B. Tokashiki

 

Comments