“Cristo e Cultura” – um resumo

por H. Richard Niebuhr   O que segue é um resumo simplificado do livro “Cristo e Cultura”[1] de H. Richard Niebuhr. Apesar de ser um teólogo neo-ortodoxo, a sua contribuição na avaliação do tema tornou-se referência, e não pode ser desprezada, mesmo que não concordemos com a sua teologia.[2]   O Contínuo Problema Este capítulo […]

Comentário de Martinho Lutero sobre Rm 1:17-18

v. 17. A justiça de Deus se revela.[1] Os ensinos humanos revelam e inculcam a justiça dos homens, ou seja, instrui-se quem é e de que natureza é o justo diante de si e dos demais, e como se pode alcançar. Mas em nenhum outro lugar, senão no evangelho se revela a justiça de Deus […]

O que é Escolasticismo Reformado?

por Willem J. Van Asselt e Pieter L. Rouwendal   Por que Escolasticismo Reformado? Este livro é uma introdução ao método teológico conhecido, geralmente, como Escolasticismo Reformado. Esta reflexão e exposição sobre as doutrinas da Igreja cristã é considerada forçada na maioria das vezes, fazendo vir à mente imagens de teólogos rígidos do século XVII […]

O que significa subscrever os Padrões de Westminster?

por G. I. Williamson   Ninguém pode ser um ministro, presbítero regente ou diácono na Igreja Presbiteriana Ortodoxa (OPC, na sigla em inglês) sem, primeiro, responder afirmativamente à seguinte pergunta: “Você sinceramente recebe e adota a Confissão de Fé e os Catecismos desta Igreja como contendo o sistema de doutrina ensinado nas Sagradas Escrituras?”   Todos […]

Um breve relato da vida de Franciscus Junius

Por Todd M. Rester, Diretor do Instituto Junius[1]   François du Jon (1545-1602), latinizado como Franciscus Junius, foi uma importante voz protestante reformada na era da confessionalização no final do século XVI. Ele talvez seja mais conhecido como o professor de teologia da Universidade de Leiden, entre 1592-1602. Junius nasceu em Bourges, na França, numa […]

A Segunda Confissão Helvética

Elaborada em 1562 por Heinrich Bullinger, publicada em 1566 por Frederico III da Palatina, adotada pelas Igrejas Reformadas da Suíça, França, Escócia, Hungria, Polônia e outras.   Da Sagrada Escritura como a verdadeira Palavra de Deus Escritura Canônica. Cremos e confessamos que as Escrituras Canônicas dos santos profetas e apóstolos de ambos os Testamentos são […]

O Papa é o Anticristo

Escrito por Gordon H. Clark[1]   A seção 6 [CFW XXV.6] fala do cabeça da Igreja. Henrique VIII e os monarcas que o sucederam reivindicaram ser o cabeça da Igreja. Antes de Henrique VIII, a reivindicação pelo Papa deste título era virtualmente sem concorrentes. A Confissão de Westminster aqui desconsidera Henrique VIII por implicação,[2] mas […]

A Declaração de Chicago sobre a inerrância da Bíblia

  Prefácio   A autoridade das Escrituras é um tema chave para a igreja cristã, tanto desta quanto de qualquer outra época. Aqueles que professam fé em Jesus Cristo como Senhor e Salvador são chamados a demonstrar a realidade de seu discipulado cristão mediante obediência humilde e fiel à Palavra escrita de Deus. Afastar-se das […]

Os Artigos de Marburgo

Artigo I Que nós de ambos os lados, cremos e confessamos unanimemente que há apenas um único verdadeiro Deus natural, criador de todas as criaturas, e que este mesmo Deus é um em essência e natureza e trino em pessoas, a saber, Pai, Filho e Espírito Santo, como foi decretado no Concílio de Nicéia e […]

A Confissão de Fé da Guanabara

  por Jean de Bourdel, Matthieu Verneuil, Pierre Bourdon e André la Fon   Introdução             No dia 7 de março de 1557 chegou a Guanabara um grupo de huguenotes (calvinistas franceses) com o propósito de ajudar a estabelecer um refúgio para os calvinistas perseguidos na França. Perseguidos também na Guanabara em virtude de sua […]