Tradução do Catecismo Maior de Westminster / Questão 158

por Ewerton B. Tokashiki   Tradução do texto latino[1] A quibus praedicari debet verbum Dei?[2] [Por quem a palavra de Deus deve ser pregada?] Verbum Dei ab iis solis praedicari debet qui donis sufficienter instructi sunt, atque insuper debite ad id officii aprobati vocatique. [A palavra de Deus somente deve ser pregada por quem possuí […]

Os juramentos e votos lícitos ou legítimos

Por G.I. Williamson   O Juramento, quando lícito, é uma parte do culto religioso em que o crente, em ocasiões próprias e com toda a solenidade, chama a Deus por testemunha do que assevera ou promete; pelo juramento ele invoca a Deus a fim de ser julgado por ele, segundo a verdade ou a falsidade […]

Sete marcas de um ministério do púlpito puritano

Por Chad van Dixhoorn   Os membros da Assembleia em sua reforma do ministério da pregação na Inglaterra, concordaram com um rígido delineamento do que seria o perfil dos pregadores e a natureza da pregação. Este estudo final resume sete pontos de uma visão puritana dominante acerca do púlpito como articulado pela Assembleia de Westminster […]

Pregar o catecismo

Por N. H. Gootjes   Pregar sobre o Catecismo tem uma longa história.[1] Esse tipo particular de pregação é muito mais antigo do que a Reforma e ele foi muito freqüente nas igrejas da Reforma. Porém num certo momento depois da Reforma, as Igrejas Reformadas escolheram por caminhos diferentes. Nas Igrejas Reformadas continentais, a pregação […]

A Orthodox Presbyterian Church e o Culto

Nos meios evangélicos, pastores, e mesmo leigos, vêm dando grande atenção ao culto:[1] – As congregações devem cantar louvores  (com retroprojetores e violões) ou os corais  (completos com beca e órgão de tubos) devem cantar grandes peças de música  sacra? – Os cultos devem se atualizar para  serem mais acessíveis aos de fora, ou  devem […]

Confessionalidade: Lato ou Estrito Senso? – Uma reflexão sobre a Confessionalidade dentro da Igreja Presbiteriana do Brasil

Por Augustus Nicodemus Lopes   Alguém pode perguntar qual a necessidade das igrejas históricas terem uma confissão de fé escrita e oficial. Será que a antiquíssima confissão bíblica “Jesus Cristo é o Senhor”, devidamente qualificada e entendida, não seria suficiente para expressar as coisas fundamentais em que cremos? Não é tão simples assim. Muito embora […]

A Hermenêutica de Westminster – O que a Confissão de Fé de Westminster diz sobre a interpretação das Escrituras

por Augustus Nicodemus Lopes   O neoliberalismo Muitos estudiosos e teólogos modernos concordam que o antigo liberalismo, como movimento histórico do século passado, está agonizando. Entretanto, muitos dos pressupostos do antigo liberalismo quanto à interpretação das Escrituras têm sobrevivido e encontrado expressão em várias correntes teológicas e hermenêuticas que historicamente pertencem ao período pós-moderno. O […]

O que significa subscrever os Padrões de Westminster?

por G. I. Williamson   Ninguém pode ser um ministro, presbítero regente ou diácono na Igreja Presbiteriana Ortodoxa (OPC, na sigla em inglês) sem, primeiro, responder afirmativamente à seguinte pergunta: “Você sinceramente recebe e adota a Confissão de Fé e os Catecismos desta Igreja como contendo o sistema de doutrina ensinado nas Sagradas Escrituras?”   Todos […]