206669_203765702977889_1740093_n

Rev. Ricardo Rios Melo – Pastor da IP Barra – Salvador – BA

“Falar do JMC é falar do espanto do calouro nos primeiros dias de aula. É descobrir que a erudição está intimamente ligada com a piedade. É descobrir que ‘não se sabe nada’ e aprender que nunca saberá o bastante. Falar do JMC é falar dos mestres que não se satisfazem em passar apenas o conteúdo, mas que têm o prazer e o inegável brilho nos olhos ao saberem que mais um discípulo saiu do obscurantismo e da cegueira intelectual e caminha incansavelmente pela longa estrada do conhecimento. Falar do JMC é falar de formação de caráter, pois com o mais simples funcionário ou seu colega de turma ou de quarto, aprendemos a difícil, e ao mesmo tempo, bonita arte da convivência. Falar do JMC é falar de amizades sólidas que te dão a mão quando você não vê saída e que na conclusão do curso, ou seja, na sua formação, continuam sendo amigos que guardaremos para sempre em nosso coração! Falar do JMC é falar da História tão rica do presbiterianismo e de homens como Rev. Boanerges Ribeiro, que do sonho fez um ideal e desse ideal uma realidade que tem transformado a cara do presbiterianismo e quiçá do protestantismo brasileiro. Falar do JMC é falar da Reforma como nos dizeres do mestre: “a reforma reformou o homem por completo”. Assim fez e faz o JMC com todos que passam por lá, nos transforma. Por isso, falar do JMC sem lágrimas, somente assim, no papel! Que Deus abençoe essa casa de profetas chamada José Manoel da Conceição!”