São Paulo, Quarta-Feira  22 de Outubro de 2014
A mente para a verdade, o coração para Deus.
  MENU
  HOME
  JURET
  DIRETOR
  CAPELÃO
  SECRETARIA
  BIBLIOTECA
  EVANGELISMO JMC
  ESTUDE NO JMC

  DEPARTAMENTOS
  Teologia Sistemática
  Teologia Pastoral
  Teologia Exegética
  Teologia Histórica
  Cultura Geral
  Música Sacra
  LINKS
  CURSOS LIVRES
  INVISTA NO JMC
  INVEST IN JMC
  INVIERTA EN EL JMC
  KOREAN

Cronogramas

Modelo de Resenha... Rev . Gildásio
Modelo de Resenha, de Relatório e normas para entrega de trabalhos.

Normas para a entrega dos trabalhos e dos debates

 

1)    O aluno deverá entregar o trabalho (Leitura obrigatória e Resenha Crítica Informativa) na data marcada. Haverá tolerância de 1 (uma) semana, sendo esta a data limite. Os alunos devem saber que esta semana de tolerância não impedirá a perda de 2 pontos na nota. Após esta data não serão aceitas quaisquer justificativas pela não entrega dos trabalhos. (excetuando-se caso de enfermidade, desde que acompanhado de atestado médico ).

 

2)    A resenha deverá ser feita conforme modelo acima.  ( Não serão avaliadas as resenhas que não apresentarem as exigências conforme o modelo solicitado ). Qualquer dúvida, o professor deverá ser consultado.

 

3)    Os trabalhos deverão ser entregues diretamente ao professor, em mãos, durante o período da aula. 

 

4)    A Configuração deve seguir as seguintes especificações:

 

a.     Papel A4 padrão ( 210 X 297 mm ) e margens superior e esquerda com 3 cm, e inferior com 2 cm.

b.    Texto distribuído em uma única coluna

c.     Todas as páginas numeradas seqüencialmente no alto e à direita.

d.    Tipo da fonte deve ser Times New Roman, corpo 12 e com alinhamento justificado e espaço 1 . Os títulos poderão ter o tamanho 14.

 

 

Qualquer dúvida quanto aos trabalhos, os alunos poderão me contatar pessoalmente no Seminário ou pelos telefones abaixo:

 

 

Prof.    Rev. Gildásio Jesus Barbosa dos Reis

E-Mail: gildasio@iposasco.org.br  -  fones: 3682.2904 / 3682.3075 / 9964.8647

 

 

 

Modelo de Resenha Crítica

 

Aluno : _______________________________________

Disciplina: ____________________________________ data : ____/ ______/ _____

 

RESENHA

 

1. Referência bibliográfica

 

Fazer a referência bibliográfica completa da obra resenhada;

 

Exemplo:

 

GREEN, Michael. Evangelização na Igreja Primitiva, São Paulo, SP: Edições Vida Nova 1989. Segunda  Edição em Português -1989 ( Traduzido do original em inglês: Evangelism In The Early Church,  por Hans Udo Fuchs  )

 

2. Apresentação do/a autor/a da obra

 

É o quadro de referência do autor. Apresenta-se o autor falando dos principais fatos relacionados à sua vida: local e ocasião de nascimento, formação acadêmica, algum fato ou fatos que teriam marcado sua vida e, conseqüentemente, sua forma de pensar.

 

3. Perspectiva teórica da obra

 

Toda obra escrita pertence a uma determinada perspectiva teórica; é muito importante saber a que tradição/escola teórica pertence o/a autor/a da obra que se está analisando, pois isso permite compreender a forma como está organizada, bem como a lógica da argumentação utilizada; quando se reconhece a perspectiva teórica do/a autor/a, sabe-se o que se pode esperar da obra que será analisada.

 

4. Breve síntese da obra

 

Antes de começar a análise de uma obra, é muito importante procurar ter uma visão panorâmica desta; isto pode ajudar a visualizar o começo, o meio e o fim da obra, permitindo saber de onde parte e para aonde vai o/ autor/a na sua argumentação; esta parte da resenha pode ser feita na forma de um esquema.

 

5. Principais teses desenvolvidas na obra e suas implicações

 

Depois de tudo preparado se pode analisar o conteúdo da obra de forma propriamente dita; o objetivo é traçar as principais teses do/a autor/a e não resumir a sua obra (resenha não é resumo!); é preciso ler com muita atenção para se apreender o que é fundamental no pensamento do/a autor/a. ( As teses devem estar acompanhadas das referidas páginas )

 

6. Avaliação crítica da obra

 

Depois de apresentar e compreender o/a autor/a e sua obra, pode-se traçar alguns comentários pessoais sobre o assunto; embora os comentários sejam pessoais, não devem ser de exagerada subjetividade (achei a obra legal, muito interessante ...), mas uma opinião pessoal ancorada em um argumento fundamentado academicamente.

  

 

 

Prof.    Rev. Gildásio Jesus Barbosa dos Reis

E-Mail: gildasio@iposasco.org.br  -  fones: 3682.2904 / 3682.3075 / 9964.8647

 

Relatório de Leitura

 

O Relatório de Leitura deve  conter:

 

I.                 Nome completo do Aluno que fez a leitura

II.            Referência Bibliográfica da obra lida

III.        Destaques:

 

1)   Argumento Central

2)   Pontos valiosos

3)   Deficiências ou Objeções

4)    Idéias Principais

Segue um modelo de como deve ser um relatório de leitura

 

I.  Aluno: Gildásio Jesus Barbosa dos Reis

II. Referência Bibliográfica: G. Fee, D. Stuart, Entendes o que lês? (São Paulo: Vida Nova, 1984)

 

III. Destaques:

 

1) Argumento Central

 

·        a necessidade de se interpretar as escrituras

·        trabalhar indutivamente a partir de algumas sugestões hermenêuticas, e só depois conferir nosso trabalho em livros especializados

2) Pontos valiosos

 

·        não acentua a natureza pecaminosa do leitor como intérprete

·        exegese procede de hermenêutica

·        “teologia de tarefa” relacionada às cartas na pg. 32

·        sugestões para uma leitura do apocalipse

·        análise realista do método histórico-crítico

·        utilização das perspectivas de Gerard Maier

 

3) Deficiências ou Objeções

 

·        troca-se o nome Pedro por Paulo na pg. 81

·        erros de português: “foi expressada” na pg. 18, último parágrafo,  “peregrinagem” na pg. 46, parágrafo

·        similaridade excessiva entre narrativa e parábola

·        a parábola é sempre interpretada como uma unidade, não podendo alguma de suas partes dizer algo em qualquer um dos casos. Em outras palavras, regra sem exceção

·        posições pessoais na pg. 97

·        visão sobre a lei nas pgs. 138-141

 

4) Idéias Principais

 

·        a exegese como descoberta do “lá e então” e a hermenêutica como a aplicação para o “aqui e agora”

·        a natureza ocasional das epístolas

·        proposta de método indutivo: observação – interpretação – aplicação

 

 



Atalhos da página
Editar Imprimir esta página.
Editar Mandar link para um amigo.


Rua Pascal, 1165 - Campo Belo - São Paulo - SP - CEP: 04616-004 - Fone/Fax: 11 5543-3534 / 11 5531-8452 / 11 5542-5676
Rede Social Corporativa e-Solution Backsite