A Segunda Confissão Helvética

Elaborada em 1562 por Heinrich Bullinger, publicada em 1566 por Frederico III da Palatina, adotada pelas Igrejas Reformadas da Suíça, França, Escócia, Hungria, Polônia e outras.   Da Sagrada Escritura como a verdadeira Palavra de Deus Escritura Canônica. Cremos e confessamos que as Escrituras Canônicas dos santos profetas e apóstolos de ambos os Testamentos são […]

Os Artigos de Marburgo

Artigo I Que nós de ambos os lados, cremos e confessamos unanimemente que há apenas um único verdadeiro Deus natural, criador de todas as criaturas, e que este mesmo Deus é um em essência e natureza e trino em pessoas, a saber, Pai, Filho e Espírito Santo, como foi decretado no Concílio de Nicéia e […]

A Confissão de Fé da Guanabara

  por Jean de Bourdel, Matthieu Verneuil, Pierre Bourdon e André la Fon   Introdução             No dia 7 de março de 1557 chegou a Guanabara um grupo de huguenotes (calvinistas franceses) com o propósito de ajudar a estabelecer um refúgio para os calvinistas perseguidos na França. Perseguidos também na Guanabara em virtude de sua […]

A Confissão de Fé Escocesa

por John Knox e outros   E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim (Mateus 24.14)[1]   Prefácio Os Estados da Escócia, com seus habitantes, professando o evangelho santo de Jesus Cristo: para os seus compatriotas, e para todos os outros reinos […]

Subscrição Confessional

por Morton H. Smith   Uma afirmação credal ou confessional é uma afirmação daquilo que um indivíduo ou uma denominação confessa ser sua crença. Que afirmações credais são bíblicas é visto nas fiéis palavras que o apóstolo cita nas Epístolas Pastorais. Por exemplo: “Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus […]

Dois ofícios (presbíteros/bispos e diáconos) e duas ordens de presbíteros (presbíteros pregadores/docentes e presbíteros regentes): um estudo no Novo Testamento

por George W Knight, III[1]   Jesus Cristo é Senhor e Cabeça da igreja, que é o seu corpo. Ele governa a igreja por sua Palavra e Espírito. Através da obra do Espírito, ele concede aos homens da igreja que sejam oficiais para equipar os crentes para o serviço, para que a igreja sirva mais […]

A natureza, limites e lugar das exceções e escrúpulos na subscrição aos nossos Padrões Doutrinários

por Gregory E. Reynolds[1]   O ESTADO DA QUESTÃO (statis questionis) [2] A segunda pergunta de ordenação no Book of Church Order of the Orthodox Presbyterian Church (Form of Government [FG] 13.9) questiona: “Você recebe e adota, sinceramente, a Confissão de Fé e os Catecismos, desta Igreja (Orthodox Presbyterian), como contendo o sistema de doutrina […]